Hominis Canidae: OZU – Burnout (2022)…

[ad_1]

Formada em 2016, em Cotia, São Paulo, a OZU está na estrada há seis anos e tem como ponto central de sua abordagem sonora dialogar com os anos 90 através de influências ligadas ao trip-hop, ao neo-soul e o nu-jazz. Seu primeiro álbum, “Inner”, foi lançado em 2018 e de lá para cá o grupo realizou diversas apresentações em festivais amadurecendo sua sonoridade. Como fruto destas experiências o grupo lançou “Burnout” em 2022. No novo disco, o trio Juliana Valle (voz), Francisco Cabral (compositor/tecladista) e Sue-Elie Andrade-Dé (guitarrista) dá continuidade natural ao primeiro registro, promovendo o diálogo harmônico entre a introspecção e melodias dançantes. Liricamente, as canções cantadas em bom inglês abordam o a pandemia e as agruras de um período que ainda deixa marcas na sociedade. A entrevista abaixo feita por e-mail com com Francisco Cabral e o faixa a faixa na sequencia revelam os bastidores de “Burnout”, abordam influências, o processo criativo do trio, participações especiais, o mercado fonográfico, volta aos palcos e muito mais… Leia a entrevista no Scream Yell

[ad_2]

Source link

Postar um Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Comece sua jornada musical AGORA